Top10: Aberturas de games


Mesmo esquecidas e solenemente ignoradas por muitos (quem é que, na ânsia por iniciar logo a jogatina, não aperta o start sumariamente?), as aberturas vêm ganhando cada vez mais destaque nos games atuais. Grande parte dos budgets milionários é reservada especificamente para as chamadas cutscenes, cenas que contam a história do jogo (onde geralmente não há interação nenhuma) sendo que a mais importante sempre é a abertura. Casos recentes como MGS2, Onimusha 3 e Lost Odyssey comprovam que uma abertura bem executada nunca é demais, servindo para familiarizar o jogador com o enredo e a ambientação, além de mantê-lo empolgado com as cenas cinematográficas - mas é claro que elas quase nunca traduzem a real jogabilidade.

Nessa lista, procurei adicionar as aberturas mais impressionantes que já vi, tanto artisticamente quanto tecnicamente, excluindo os jogos pré-32 bits. Naquela época, eram raras as aberturas que destoavam do resto, até pela limitação de memória dos cartuchos. Com o advento da mídia CD dos consoles PS1 e Saturn, começaram surgir aberturas em cg e anime, muito mais elaboradas. Algumas produtoras, como a Square, a Namco e a Blizzard, até se especializaram nisso. E por falar da Namco, a posição nº 1 não podia dar outra...

1. Soul Edge

Considerada por muitos como a melhor abertura de todos os tempos. Um título questionável, mas é inegável o esmero com que a Namco tratou o port de Soul Edge para o PSOne. Na época (1996) foi um marco, com uma música envolvente, cenas de luta estupendas, e coreografia na medida, graças à edição primorosa. Hoje em dia a empresa rivaliza com a Square-Enix como uma das maiores produtoras de Cgs do mundo gamístico. Foi a primeira vez em que a famosa frase "Transcending history and the world, a tale of souls and swords, eternally retold" foi pronunciada, tornando-se marca registrada da série Soul.

2. Onimusha 3

Lembro-me ainda hoje do dia em que vi essa abertura, na TV 42' de uma loja de games. Fiquei simplesmente paralisado e em choque, pois o nível de produção chegava a rivalizar com as grande produções hollywoodianas. Durante 6 minutos (!) o que vemos é o samurai/ninja/guerreiro-japonês-whatever Samanosuke (interpretado pelo galã sino-japonês/nipo-chinês Takeshi Kaneshiro) infiltrando-se na base de um exército de demônios e tocando a maior zona, com muita ação desenfreada e duelos estilosos de espada. Para produzir esta obra de arte, a Capcom contratou o estúdio Robot, especializado em Cgs, que trabalhou em títulos como Baten Kaitos, Resident Evil 0 e Clock Tower 3.

3. Final Fantasy VIII

Dispensa apresentações. É considerada como a melhor abertura já produzida pela Square. A épica música "Liberi Fatali" também ajuda muito a compor o clima. Aliás, FFVIII foi o que teve as melhores cenas em Cg de toda a série. Pena que o jogo em si era bem mais ou menos.

4. Shadow of the Colossus

Um jogo que transparecia minimalismo em todas as vertentes. É assim que se podia resumir Shadow of the Colossus, na minha opinião um dos grandes clássicos da história dos games. Sua abertura deixava bem claro o feeling da história: você está só, numa bela porém inóspita região, tendo somente a companhia de seu fiel cavalo para transpor os desafios. A música, cortesia do compositor Kow Ohtani, é magistral. É a única abertura desta lista (além de MGS2) que não é em Cg/desenho animado, utilizando cenas da própria engine.

5. Final Fantasy X

Não acho que essa abertura tenha a mesma emoção dos anteriores, mas está aqui porque foi a primeira que realmente mostrou o poder do PS2. Os detalhes na cidade, na água e nos personagens eram incrivelmente fantásticos. Tanto que até hoje a Square não conseguiu se superar - a abertura de FFXII é tosquinha, se comparada.

6. Tales of Destiny

Uma das primeiras aberturas em anime que surgiram no PSOne, em 1997. A qualidade da animação é impecável, ainda estou pra ver algo tão bem desenhado e sincronizado com a música ("Yume de Aru Yoni", do grupo de jpop antigão DEEN). Produzido pelo estúdio Production I.G, que depois ficaria mundialmente famoso pelos animes Ghost in the Shell, Blood the Last Vampire, PatLabor, dentre outros.

7. Gran Turismo 2

Nunca antes os carros foram retratados tão realisticamente como em Gran Turismo, um jogo feito para o mais ardoroso fã de automóveis. E um jogo desse porte precisava de uma abertura a altura. GT1 já possuía uma fantástica, mas em GT2 a Polyphony realmente se superou: cenas de corridas antigas intercalam-se com atuais, enquanto várias máquinas desfilam ao som de solos de guitarra fusion. Totalmente excelente.

8. Lunar: The Silver Star Story Complete

Essa abertura, apesar de não ser muito boa tecnicamente, é sempre lembrada com carinho por gamers do mundo inteiro. Não tem como não torcer pelos personagens Alex e Luna. Aqui vai uma citação do Gamerhelp que traduz exatamente a sensação de quem jogou Lunar: "As much as we love violent, gritty video games, you have to hand it to the guys at Working Designs to create such a happy little game. There is no way you can watch the following intro movie and not instantly have a better day."

9. Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty

A característica mais famosa da série Metal Gear é sua dramaticidade, que só é possível por conta da geniosidade do produtor superstar Hideo Kojima. Algumas cenas são tão cinematográficas que fica quase impossível distinguir se é um jogo ou um filme. Isso fica muito evidenciado na abertura de MGS2, com a fantástica trilha sonora composta por Harry Gregson-Williams, empolgante até dizer chega. Um marco das aberturas para games, freqüentemente utilizada para acabar com a discussão "videogame é coisa de criança".

10. Lost Odyssey

Abertura bem ao estilo Hironobu Sakaguchi, com um clima épico que lembra bastante o filme Final Fantasy: Spirits Within. Nela, dois grandes exércitos degladiam-se até a morte, utilizando uma mescla de equipamentos medievais e maquinário bélico. De repente, um guerreiro solitário surge em meio a batalha, destroçando quem encontra pela frente. Até que cai um meteoro (?) aniquilando a tudo e a todos. Único dos games citados que ainda não joguei, mas pretendo.

Durante o processo de seleção dessa lista, acabei me lembrando de várias outras aberturas sensacionais. Mas como era um top10, elas ficaram de fora. De qualquer forma, posto elas aqui como agregadas, sem ordem de preferência.

Grandia


Final Fantasy XII


Star Ocean: Till the End of Time


Três grandes exemplos de aberturas onde o jogador é imerso em um mundo totalmente novo, e tem um vislumbre da grande aventura que o aguarda.

Parasite Eve

Não sou muito fã das aberturas "preguiçosas", aquelas que se utilizam somente de colagens de cenas do jogo (nas quais os americanos são mestres). Mas a Square o fez com perfeição, e a música techno de fundo é bem legal.

Gran Turismo 4

Uma versão aprimorada da abertura de GT2, porém com gráficos infinitamente superiores e a "Panama" do Van Halen tocando ao fundo.

Armored Core: Last Raven

Uma abertura que nos mostra como seria uma realidade onde robôs gigantes fossem utilizados em guerras. Não que Jaspion e demais heróis japoneses não tenham mostrado isso antes. Mas robô gigante nunca é demais.

5 comentários:

Miyu disse...

Aeee Eric! Finalmente vi os 10 vídeos desse top 10, uffs!
Seleção realmente ótima, não sei se teria tanta paciência - e nem capacidade - para fazer uma! Principalmente porque eu vou muito pelo feeling da coisa, que depende de como eu tô no momento, a direção do vento e a umidade do ar, claro.

E... vc realmente jogou tudo isso? Porque se não jogou, ter feito esse top 10 foi um feito ainda mais louvável, haha!

Quando vem a próxima atualização? =D

PS: dá pra perceber quando você fala de música alguns padrões das músicas que você gosta, hoho!

Eric disse...

Eu realmente joguei tudo isso SIM, viu. Menos o Lost Odyssey porque eu não tenho XBox360. Só não me pergunte se eu terminei todos esses jogos...

Não entendi esse seu feeling. Feeling pra postar ou feeling pra gostar de determinada abertura de algum jogo?

E um dia você ainda vai me explicar esse tal de padrão de música from hell aí...

SAITO disse...

"Só não me pergunte se eu terminei todos esses jogos..."

Pq a resposta seria óbvia: NÃO!

ahahahahahahaha!

Alxb disse...

Muito legal o post, Eric! Vou te falar, a abertura do Gran Turismo 2 é arrepiante e a do Grandia um verdadeiro espetáculo, ainda mais com a música genial do Noriyuki Iwadare em concordância.

Porém, não posso deixar de citar quatro que você não mencionou:

- Pro Evolution Soccer

Não há abertura de Winning Eleven ou mesmo outro PES que supere. Usa o artifício da introdução do GT2 ao misturar nostalgia com a atualidade. Para quem gosta de futebol, é esplêndida. Quando o garoto joga a bola além do muro, a redonda fica velha e cai no peito do Pelé... Como na final da Copa de 1958 ele dá um chapéu e chuta, quando aparece o remate da final da Copa de 1966. Em seguida, a câmera destaca a camisa 14 do Cruyff, sendo cumprimentado pelo Beckenbauer na final da Copa de 1974. Aí em seguida vem não outra final, mas o Brasil x Itália da Copa de 1982, com o Paolo Rossi comemorando, o Sócrates e depois o Falcão. Termina com o Paolo Rossi vibrando no gol que selou a vitória. Depois é o Michel Platini que chuta... E a bola vai para os pés do Maradona fazer o gol de placa no Argentina x Inglaterra da Copa de 1986. Por fim, o mesmo garoto do início faz embaixadinha e a abertura encerra com cenas de jogadores atuais (para a época do lançamento do jogo). Esse vídeo é simplesmente genial, isso tudo em pouco mais de um minuto.

http://www.youtube.com/watch?v=ajWpAl0KnHw

- Kingdom Hearts II

Faz um apanhado do final do primeiro, passa pelos eventos do Chain of Memories e culmina no começo do segundo. Sem falar que é muito bem produzida. E a música sombria da Hikaru Utada combina perfeitamente:

http://www.youtube.com/watch?v=RNAwNhlcYN4

- Enthusia Professional Racing

Vou ser sincero. Nunca joguei, mas acho a trilha sonora ótima. Aí resolvi ver como era o vídeo de introdução, já que gostava do tema de abertura. É surpreendente - no começo é difícil imaginar que é um jogo de corrida. Destaco mais pela originalidade:

http://www.youtube.com/watch?v=TEccUNfbW64

- Chrono Cross

Principalmente esta gostaria de salientar. Se você ouvir a "Scars of Time" sem o vídeo ela já é épica. O que dirá em companhia dessa CG estupenda.

http://www.youtube.com/watch?v=SA4kTP3JjDs

Abraço!

- Alexei

Eric disse...

Essa abertura de Winning Eleven é realmente belíssima, e só não a citei pois realmente nessa época eu ainda não apreciava jogos de futebol. Cada jogada de efeito e craques consagrados! Hoje em dia a única coisa que me faz ligar o PS2 é o bom e velho PES4 de guerra (que aliás também possui uma linda abertura).

Já Kingdom Hearts eu sou bastante suspeito pra falar, pois nunca gostei muito da série. Acho que Disney e personagens em mangá não tem nada a ver, principalmente os desenhados pelo Nomura. Mas tecnicamente essa apresentação é impecável.

Originalidade é o que não falta nessa introdução do Enthusia. Eu tb nunca havia jogado (e confesso que nunca me interessei tb) mas ela mesclou de forma muito feliz imagens reais com cg. E o final foi bem inusitado...

Na verdade, eu quase cheguei a citar Chrono Cross, mas é um jogo o qual não me identifiquei muito. E pessoalmente, não sou um fã das aberturas que fazem colagem de cgs encontradas durante o jogo (técnica preguiçosa muito usada pelos americanos). Mas há de se convir que, com Scars of Time ao fundo, e edição primorosa, resultou em outro belíssimo vídeo. Entraria na posição 11, por assim dizer.

Um abraço!